SINDIÁGUA-PB

Sindicato dos Trabalhadores na Indústria da Purificação da Água e em Serviços de Esgotos do Estado da Paraíba

NEGOCIAÇÕES: TRABALHADORES EM ESTADO DE ALERTA DE GREVE!

6 de junho de 2012

O STIPDASE-PB iniciou ontem à tarde (05/06), as visitas aos distritos de Mangabeira e SIAT (Diogo Velho), e hoje pela manhã no distrito de Marés e sexta-feira será a vez de o distrito de José Américo, explicando para os trabalhadores sobre o andamento das negociações do Acordo Coletivo de Trabalho de 2012-2014 e a possível deflagração de uma greve, o que foi aprovada por unanimidade.

Na última reunião com a diretoria (04/06), não tivemos progresso nas propostas encaminhadas pelo STIPDASE-PB. Enquanto o sindicato se mantém na defesa das propostas iniciais que beneficiam os trabalhadores, a empresa se mantém irredutível, propondo que sejam mantidas somente as cláusulas sociais sem as alterações que o STIPDASE-PB fez, juntamente com os trabalhadores, para avançarmos nas nossas conquistas, e sem um prazo definido que satisfaça ambas as partes para discussão das cláusulas econômicas.

Em reunião hoje à tarde (15:00hs), estiveram presentes todas as Diretorias da CAGEPA e Gerência de Recursos Humanos, por parte dos trabalhadores estavam o STIPDASE-PB e a associações ASECA e ASTECA, a convite do sindicato, e o nosso advogado, com o objetivo de tentar convencer a Diretoria da CAGEPA, mais precisamente o presidente Deusdete Queiroga, que os trabalhadores não devem ser prejudicados ou penalizados pela atual conjuntura da empresa. Após várias explanações e discussões de ambos os lados, continuamos sem uma proposta plausível para os trabalhadores, porém o STIPDASE-PB deixou bem claro que, caso não haja uma proposta que nos favoreça, não teremos alternativa, a não ser, recorrer ao último recurso, a GREVE.

Ficou acertado que o Presidente da CAGEPA, Deusdete Queiroga, iria consultar as esferas do governo para saber se há a possibilidade de melhorar a proposta aos trabalhadores e que os mesmos se reunião até o fim desta semana para discutirem o tema. Então, até lá, pedimos aos trabalhadores que se preparem e fiquem em alerta para o enfrentamento, pois todas as nossas tentativas de diálogos já estão se esgotando. Caso haja a greve, construiremos com toda a responsabilidade, assim como determina a lei de Greve, nosso estatuto e o bom senso.

Os trabalhadores é quem vão decidir!

A DIRETORIA

%d blogueiros gostam disto: