SINDIÁGUA-PB

Sindicato dos Trabalhadores na Indústria da Purificação da Água e em Serviços de Esgotos do Estado da Paraíba

NOTA DE REPÚDIO AOS ATAQUES ANTISINDICAIS E AÉTICOS DO STIUPB AOS DIRIGENTES DO SINDIÁGUA-PB E SINTERÁGUA-PB

14 de junho de 2016

O SINDIÁGUA-PB e o SINTERÁGUA-PB, legítimos representantes dos trabalhadores da CAGEPA, vem a público e especificamente aos trabalhadores da CAGEPA de todo estado da Paraíba, repudiar a publicação feita em jornal interno da entidade denominada STIUPB, expondo valorosos companheiros sindicalistas, dirigentes regionais de todo estado representantes das duas entidades, lhes atribuindo adjetivos pejorativos (pelegos) que não condizem com a idoneidade moral dos mesmos nem tão pouco com suas práticas sindicais, tendo em vista, serem companheiros possuidores de reputação e conduta ilibada, além de serem companheiros reconhecidamente bons funcionários da empresa, não tendo nada que desabone suas condutas durante todo período profissional dentro da empresa; São pais de famílias e sendo assim, as diretorias do SINDIÁGUA e SINTERÁGUA-PB exige respeito e retratação pública em relação ao ato irresponsável cometido, a exemplo do nosso companheiro, diretor regional da Borborema, Marco Antônio Alves, que foi injustamente acusado de estar sendo “investigado” pela Policia Federal e em outras proporções tentando desqualificar o trabalho sindical dos valorosos companheiros Pedro Filho e Elusivaldo Caldas, além da tentativa de denegrir a imagem do companheiro Maciel Damaceno.

Sabemos que essas práticas irresponsáveis fazem parte de um cotidiano de quem não tem o que apresentar aos trabalhadores da CAGEPA, a exemplo de quem não participou e nem assinou os cinco (5) últimos Acordos Coletivos de Trabalho, ao contrário, o que fizeram foi jogar a categoria em uma greve mal planejada/mal dirigida levando centenas de trabalhadores ao prejuízo com cortes de pontos e consequentemente com perdas de outros direitos. Este sindicato vive diuturnamente perseguindo os dirigentes do SINDIAGUA-PB e do SINTERAGUA-PB fazendo requerimentos à diretoria da CAGEPA e aos gerentes regionais solicitando lista de frequência de trabalho dos mesmos com objetivo único de forçar o corte dos pontos dos referidos dirigentes, atitudes ditatoriais e antisidicais, que repudiamos veementemente. Sem contar, que atos irresponsáveis de divulgação de contracheques de trabalhadores em geral, e especificamente de dirigentes sindicais tais como: Jose Reno de Sousa, Domingos Savio, Edielton Klebson, Netovitch Maia e Elusivaldo Caldas, sendo a nosso ver, mais uma prática antisindical e criminosa, que reiteremos nosso repúdio. Outra prática corriqueira são as divulgações de áudios gravados de forma desautorizada em assembleias gerais de trabalhadores, usadas de forma jocosa em redes sociais e enviadas propositadamente à diretoria da CAGEPA.

Esta entidade, STIUPB, deveria se preocupar mais com os reclames que estamos ouvindo das empresas conveniadas em todo estado da Paraíba, informando que não estão recebendo o pagamento dos referidos convênios, ao que sabemos a CAGEPA realiza o repasse em tempo hábil. Dessa forma, no mínimo, poderá estar havendo uso diverso do objetivo original a referida verba.

Apesar dos sucessivos ataques, o SINDIÁGUA-PB e SINTERÁGUA-PB, continuarão mantendo o foco na defesa intransigente dos direitos dos trabalhadores da CAGEPA e na defesa da CAGEPA como patrimônio público do povo paraibano prestando um ótimo serviço à população paraibana.

AS DIRETORIAS

%d blogueiros gostam disto: