SINDIÁGUA-PB

Sindicato dos Trabalhadores na Indústria da Purificação da Água e em Serviços de Esgotos do Estado da Paraíba

SINDIÁGUA-PB se reúne com a Diretoria Administrativa e Gerência de Capital Humano da Cagepa

7 de janeiro de 2022

Em pauta: PB Consig, Banco de Horas, reajuste do auxílio transporte e das diárias de viagens, liberação para acesso aos contracheques fora da empresa (o SIC), entre outros assuntos

O Sindiágua-PB se reuniu, nesta quinta (06), com a Diretoria Administrativa e a Gerência de Capital Humano da Cagepa para tratar de questões relacionadas ao PB Consig, Banco de Horas, liberação para acesso aos contracheques fora da empresa, auxílio transporte e diárias de viagens, plano de demissão voluntária, atraso no pagamento do FGTS dos aposentados, denúncias de transferências irregulares e Plano de Previdência Privada.

Tivemos resultados positivos na conversa com a Cagepa e o compromisso da empresa em resolver as questões abordadas. Em relação ao PB Consig, a Subgerência de Capital Humano da Cagepa disse acreditar que em um prazo de 10 dias a situação será normalizada, dependendo apenas do repasse de informações da antiga empresa Fácil Tecnologia para a Codata, empresa que assumiu, atualmente, os consignados do Governo da Paraíba.

Já em relação ao Banco de Horas, nos foi informado que ainda não existe uma normativa que regulamente tal questão e que, por isso, a Cagepa está aplicando as normas de acordo com a CLT.

Sobre a liberação aos contracheques fora da empresa (o SIC), a Cagepa ainda não tem previsão de quando será reestabelecido o serviço, já que está investindo na segurança da informação e capacitando pessoal para gerenciar as novas tecnologias de segurança.

A Cagepa também nos informou que o reajuste do auxílio transporte está em fase de conclusão de estudo para que seja implantado novos valores.

Em relação às diárias de viagens, o SINDIÁGUA-PB formalizou um novo pedido de reajuste dos valores de todas as diárias, fato acordado em reunião.

Ainda não há previsão de um novo Plano de Demissão Voluntária (PDV). Segundo a Cagepa, eles estão aguardando o resultado do estudo do Banco Mundial para traçar um novo perfil financeiro da empresa e apenas após essa etapa é que vão ver viabilidade de se realizar um novo PDV, contudo, a Cagepa afirmou que deverá ocorrer em 2022.

Relatamos sobre o atraso no pagamento do FGTS dos aposentados e ficou acertado que a Diretoria Administrativa e Financeira vai verificar com a Caixa Econômica Federal a data certa do repasse para as contas dos aposentados, visto que, o Sindiágua-PB deu um ultimato acerca da demora do referido repasse.

Também abordamos sobre as denúncias de transferências irregulares na regional do Rio do Peixe e obtivemos a resposta de que a Subgerência de Capital Humano irá nos repassar a normativa que regula as transferências e o SINDIÁGUA-PB vai fazer o levantamento dos casos de transferência irregular e enviá-los a Subgerência.

Já em relação ao Plano de Previdência Privada, a Diretoria Administrativa e Financeira se comprometeu em retomar as discussões acerca do assunto e discutir com o Sindiágua-PB sobre a questão.

A reunião foi solicitada pelo Sindicato para resolver pontos de conflitos entre a empresa e os funcionários/as. Participaram da reunião, os diretores do SINDIÁGUA-PB, Geraldo Quirino (Vice-presidente), Petrônio Pereira (Comunicação), William Carlos (Secretário-Geral), Domingos Sávio (Diretor-Financeiro), demonstrando o compromisso deste Sindicato com a defesa dos direitos dos trabalhadores e do saneamento público.

%d blogueiros gostam disto: